Mestres da renascença retratam o câncer de mama

Posted in Uncategorized on fevereiro 24, 2019 by olavosaldanha

.

.

p

s obras de arte expostas nos museus são verdadeiros invólucros de acontecimentos históricos e uma janela para apreciação de momentos sociais em plena efervescência. Além de mostrar a criatividade dos artistas com seus materiais e as técnicas de produção.

Devido a este universo criativo e representativo, as pinturas estão constantemente sendo investigadas por profissionais em busca de dados sobre uma gama cada vez maior de interesses.

A famosa revista de oncologia The Lancet Oncology, por exemplo, publicou uma pesquisa sobre algumas obras de arte da Renascença realizada por uma equipe de oncologistas liderada por Raffaella Bianucci, da Universidade de Warwick para descobrir se houve representação do câncer de mama na arte (e, portanto, sua presença na sociedade).

Sim, vários registros foram encontrados. Na renascença aconteceram inovações importantes na área médica – incluindo a cirurgia de tumores de mama. O cirurgião francês Barthélémy Cabrol (1529 a 1603), que serviu na corte do rei Henrique IV e lecionou na Universidade de Montpellier, foi um dos primeiros praticantes da mastectomia, a remoção cirúrgica das mamas.

Os pesquisadores apostam que a representatividade do câncer de mama nas pinturas foi intencional, o que leva a crer que a doença podia ser relativamente comum na época.O câncer, portanto, não é uma doença recente. Casos de tumores em sujeitos pintados também foram vistos no antigo Egito e na Grécia – diz Raffaella Bianucci.

Foram observados “A noite” de Michele di Rodolfo del Ghirlandaio, a estátua homônima de Michelangelo e “A alegoria da fortaleza” por Maso di San Friano. Nos três casos, as mulheres representadas são visivelmente afetadas pela doença. “Eles são tumores diferentes, nos três casos em estados avançados, onde o inchaço devido ao câncer é evidente – explicam os pesquisadores.

.

Imagens Aqui
(5 Imagens)

.

mama.

 

.

Outras propostas

.

.

.

assine o feed twiter .

 

Tarsila Schubert

Posted in Imagens e Letras with tags , , , on março 6, 2012 by olavosaldanha

Outros bons artigos

.

.

.

Há vida sendo vivida nas pinturas de Tarsila, mesmo naquelas que remetem à reflexão contida e solitária de um personagem, a vida se desenrola lancinante ao redor e em cores vibrantes. A informação não se perde entre a sedução dos pigmentos, pelo contrário, são realçadas na sua proposta de traduzir um instante neste mundo multiforme da arte.

Tarsila Schubert diz-se seduzida pela literatura, poesia e música. Não é à toa que a obra “Basílio” cai tão bem nos versos: “De pescoço mole, o cabisbaixo; / Na cabeça quieta, a criação; / Sentado na cadeira, o viajante; / No aquário de ventania, num céu anoitado; / na mente a solução.”

Nasceu em Bauru e amou a pintura desde cedo. Hoje mora em Florianópolis.

Olavo Saldanha – Como uma artísta enveredou pela odontologia, ou, como uma odontóloga enveredou pela arte?

Tarsila SchubertA arte antes da odontologia já habitava meus pensamentos, me interessei pela área da ciência/ saúde quando eu tinha 16 anos onde eu ingressei num curso de prótese dentária e posteriormente na faculdade de odontologia, pra mim a arte e a odontologia andam juntas desde então,são áreas distintas e eu não as misturo. São dois mundos diferentes que eu habito.

Olavo SaldanhaQuando você percebeu que a pintura era tão importante quanto a profissão?

Tarsila SchubertA Arte pra mim é algo sem padrões ou limites, eu sou livre e faço quando eu quero ou quando me sinto a vontade. É onde eu posso me expressar, sem ter que obedecer ou seguir algum pré-requisito, a odontologia não dá essa liberdade de criação.

Eu sou muito emocional, então tenho umas explosões de sentimento aqui dentro que precisam sair. A importância está aí, a arte pra mim é uma forma de eu manifestar meus pensamentos e emoções.


Por outro lado eu me interesso muito, sobre assuntos ligados a ciência, e também sobre o bem estar e saúde das pessoas, e a odontologia foi uma forma que eu encontrei para ajudar.

.

Imagens e Entrevista Completa Aqui
(27 Imagens)

.

.
.

Referências de pesquisa:Imagens cedidas gentilmente pela artista a partir de seu site oficial (Tarsila Schubert), Faceboock e demais espaços de exposição. Entrevista concedida gentilmente pela artísta aoeditor deste blog (Olavo Saldanha)

.

.

assine o feed twiter

.

A Escultura de Maskull Lasserre

Posted in Imagens e Letras with tags , , , , on março 6, 2012 by olavosaldanha

Outros bons artigos

.

.

.


A partir de objetos comuns Maskull Lasserre extrai arte. Este artista canadense explora o potencial inesperado do cotidiano contido nas coisas que carregam algum valor social, elementos de nostalgia, de alegoria, de humor e até do macabro. São incorporações novas da arte no objeto que induzem a estranheza e levam a uma curiosa viagem da pré-presença das esculturas.

Maskull Lasserre nasceu em 1978, em Calgary, Alberta. Ele passou sua infância na África do Sul e voltou para o Canadá para se instalar em Ottawa. Lá estudou artes visuais e filosofia na Mount Allison University, e escultura na Concordia University em Montreal. Hoje vive e trabalha nesta cidade.

Lasserre é premiadíssimo e é um participante recente no Programa Artista canadense nas Forças de Guerra no Afeganistão. Está também participando de uma exposição coletiva no Pierre-François Ouellette art contemporain inc, galeria canadense.

.

Imagens Aqui
(38 Imagens)

.


.

Referências de pesquisa: Site oficial do artista, galeria de arte Pierre-François Ouellette art contemporain inc. Atelier de arte e escultura em Montreal.

.
Outras propostas

assine o feed twiter

.

Arte em 3d – Marchal Mithouard – Shaka

Posted in Imagens e Letras with tags , , on agosto 5, 2011 by olavosaldanha

Outros bons artigos

.

.

.


Shaka, nome artístico de Marchal Mithouard, é um artista plástico francês, de paris, apaixonado pelas múltiplas formas de expressão (pintura, escultura, grafite, serigrafia, fotografias, etc.). Já passou por vários ateliers e após sua formação, colocou seu nome na lista de artistas respeitados do mundo.

A partir de 2007, Shaka passou a realizar pinturas em 3 dimensões, dano um impulso na sua carreira. A aplicação da forma tridimensional deu à obra, segundo ele, uma ligação maior entre ela e o mundo real.

Ele usa cores fortes e brilhantes, tintas em tons inteligentes e extraordinariamente vivas. Aqui está uma série de trabalhos em 3D sobre tela. Obras que muitas vezes escondem outros elementos da psique dos personagens.

.

.

Imagens Aqui
(24 Imagens)

.

.

Referências de pesquisa: Site oficial do artista, galeria de arte de Paris. Atelier de pintura de Sorbone .

.
Outras propostas

assine o feed twiter

Museu Hermitage – Pintores – Parte 04

Posted in Imagens e Letras with tags , , , on agosto 5, 2011 by olavosaldanha

Outros bons artigos

.

.

.


A quarta parte da exposição das pinturas do Hermitage, um dos mais belos e importantes museus do mundo, está magnífica. Lembrando que o leitor poderá selecionar a obra que mais gostou durante a série de postagens e pedir uma cópia dela em tamanho grande, se assim desejar. Enviarei o link imediatamente .

.

.

O Museu Hermitage foi fundado em 1764, quando Catarina, a Grande, adquiriu uma coleção de 255 pinturas da cidade alemã de Berlim. As coleções do Hermitage incluem obras de Leonardo da Vinci, Michelangelo, Rafael e Ticiano, uma coleção única de pinturas de Rembrandt e Rubens, muitas obras de impressionistas franceses, Renoir, Cézanne, Manet, Monet, Pissarro, numerosas telas de Van Gogh, Matisse, Gauguin e ainda várias esculturas de Rodin.

A coleção é enorme e diversificada e é uma parada essencial para todos aqueles interessados em arte e história.

Logo depois da vitória triunfal sobre Napoleão, o Imperador Alexandre I pensou em criar uma galeria no Palácio de Inverno, onde morou Catarina, para apresentar os retratos dos líderes militares da Guerra Patriótica de 1812. O artista inglês George Dawe foi convidado para ir a Petersburg fazer os retratos. A série de quadros tornou-se um monumento único à glória militar russa, e enfeitam as paredes da galeria.

.

.
Imagens Aqui
(32 Imagens)

.

.

Referências de pesquisa: Site oficial do Museu (hermitagemuseum.org). O Palácio de Inverno e o Museu Hermitage (www.saint-petersburg.com/virtual-tour/hermitage.asp). Museu Hermitage Amisterdam (hermitage.nl/en/). Explorando o Hermitage (geographia.com/russia/peter02.htm). Fundação Museu Hermitage (hermitagemuseumfoundation.org/). .

.

assine o feed twiter

Von Hagens – Plastinação – Update

Posted in Imagens e Letras with tags , , , , on agosto 5, 2011 by olavosaldanha

arte
.
.

aexposição “Corpo Humano como nunca o viu” (“Bodies – The Exhibition“, no original), choca e ao mesmo tempo fascina milhões de pessoas em todo o mundo. A iniciativa mostra a anatomia do corpo humano em todas as dimensões, para tomarmos consciência da nossa complexa “máquina”.

O método e a matéria-prima utilizados continuam a ser o centro da discórdia: Dezenas de cadáveres e centenas de orgãos. Aqui estão patentes espécimes humanos reais para oferecer um manual visual do corpo humano, diz o comunicado oficial. O processo a partir do qual foi possível organizar a exposição tem suscitado um coro de críticas no mundo todo. Os espécimes foram alvo de métodos de preservação para impedir a decomposição e permitir a dissecação de “sistemas e estruturas específicos“.

Preconizado pelo alemão Gunther von Hagen, o método da “plastinação” resume-se na imersão do espécime ou orgão dissecado «em acetona para evacuar toda a água do corpo» . Posteriormente, leva um «banho de polímero de silicone [como silicone de borracha ou o poliester]» e é «selado numa câmara em vácuo» . A «acetona sai do corpo em forma de gás e é substituída pelo polímero de silicone até ao nível celular mais profundo; O polímero de silicone endurece» e assim o espécime é preservado de uma forma perfeita, como se tivesse vida já que consegue manter o relevo original e a identidade celular.

Gunther von Hagens, conhecido como o escultor de cadáveres” ou o Salvador Dali do corpo humano“, tem vindo a enfrentar forte contestação por, alegadamente, ter comprado cadáveres de vítimas de execução na China. Em 2004, a Sociedade Internacional de Direitos Humanos chegou a exigir, em vão, o fim da exposição itinerante que tem recolhido em todo o mundo severas críticas e rasgados elogios.

.
.

Imagens Aqui
(36 Imagens)

.

.

Outras propostas

.

.

.

assine o feed twiter .

Jacek Yerka

Posted in Imagens e Letras with tags , , on agosto 5, 2011 by olavosaldanha

.

.

p

Nascido na Polônia em 1952, Jacek Yerka estudou artes plásticas e gráficas antes de se tornar um artista em tempo integral em 1980. A atmosfera pastoral da zona rural polaca fornece uma base sólida e mimética para muita da arte de Yerka. Entretanto, são sonhos e exclusivamente a sugestão que retrata a complexidade do seu trabalho.

As influêcias de Yerka passam por Hieronymus Bosch, Pieter Bruegel, Hugo van der Goes e Jan van Eyck. Há uma ressonância dos pintores dos séculos 15 e 16, fatores fundamentais para o desenvolvimento deste surrealista.

Baseando-se técnicas de pintura precisas, tendo padrão de antigos mestres como Jan van Eyck e Hieronymus Bosch, mas principalmente na sua ilimitada imaginação, ele cria belas composições surreais. É particularmente admirado por entusiastas de sci-fi em todas as variedades. Já foi premiado com o prestigiado World Fantasy Award de melhor artista. Ele exibe na Polónia e no mundo (Alemanha, França e EUA, entre outros).

.

Imagens Aqui

(57 Imagens)

.

.

Outras propostas

.

.

.

assine o feed twiter